Chineses cometem loucura por Aubameyang

Pierre-Emerick Aubameyang recebeu uma proposta recorde de um clube chinês, oferta que contempla um salário anual de 41 milhões de euros. Para convencer o Dortmund a libertar-se do avançado gabonês o Shangai SIPG, de André Villas Boas, acena com um cheque de 150 milhões de euros.

A informação foi revelada pelo correspondente da beIN Sports, Trancredi Palmeri.

Caso Aubameyang aceite esta oferta recorde, o Dortmund, adversário do Benfica nos oitavos de final da Liga dos Campeões, perderá a principal referência ofensiva da equipa orientada por Thomas Tuchel.